#LifeHack para a Solteirice No. 1 – FINANÇAS

Como coloquei no meu primeiro post, quero que esse blog seja não somente uma fonte de encorajamento espiritual, mas também uma ferramenta para as coisas práticas na vida de uma solteira. Nas próximas semanas, quero começar algumas séries de dicas e conselhos práticos; coisas que eu tenho aprendido ou na marra ou por outra pessoa. Espero que algumas dessas coisas possam ajudar a poupar o seu tempo. Por favor, se você conhecer mais do que eu em algum assunto, estou pronta a aprender mais também. Estou apenas compartilhando conhecimento amador de muitos assuntos. A maioria dessas coisas tenho aprendido na luta diária. Algumas dessas séries serão: “Jantar para Uma”, “#Lifehacks para a Solteirice”, e Espiritualidade Prática. Explicarei cada um em detalhe quando chegar a hora.
Hoje, como o título desse post indica, é o primeiro #lifehack para a Solteirice. No meu último post, encorajei vocês a aproveitarem o tempo como solteira. Um dos itens que liste, é as vezes um dos tópicas mais evitados e mais odiados de se fazer. Nossas finanças. Tentamos evitar ter que pensar muito nisso, porque ficamos depressivas, desanimadas e frustradas com a matemática e a solução de problemas de vida. As vezes pode ser frustrante ter que lidar com essas coisas sozinhas. Então deixa-me mostrar o que tenho aprendido.
Primeiramente, vamos entender o que a Bíblia fala sobre nossaas finanças.

1. Tudo que temos, essencialmente é do Senhor, e precisamos tratar o nosso dinheiro e os nossos bens como sendo dele.

“Eis que os céus e os céus dos céus são do SENHOR, teu Deus, a terra e tudo o que nele há.” (Deuteronômio 10:14)
“Minha é a prata, meu é o ouro, diz o SENHOR dos Exércitos.” (Ageu2:8)

Em Jó, e pela Bíblia toda, vemos como Deus abençoa os homens com riquezas. A Abraão, ele prometeu não somente grandes riquezas, mas também uma terra. Sabemos que se o obedecemos, ele irá nos abençoar. Por favor, não entenda que se o obedecemos que somos intitulados a termos grandes riquezas. Deus não nos deve nada. Não é a obrigação dele nos abençoar dessa maneira, mas a Bíblia nos ensina que o Senhor tem prazer em abençoar o seu povo quando esse o honra. As únicas coisas que ele promete são: roupa, alimento e cuidar das nossas necessidades básicas.

2. Nós como Cristãos, devemos entender que cuidar das nossas finanças é uma ordem de Deus Ele quer que sejamos bons mordomos do seu dinheiro e que usemos com sabedoria. Pra fazer isso, precisamos definir e organizar como e quanto iremos gastar.

“Procurar conhecer o estado das tuas ovelhas e cuida dos teus rebanhos, porque as riquezas não duram para sempre…” (Provérbios 27:23-24a)
“Pois qual de vós, pretendendo construir uma torre, não se assenta primeiro para calcular a despesa e verificar se tem os meios para a concluir? Para não suceder que, tendo lançado os alicerces e não podendo acabar, todos os que a virem zombem dele.” (Lucas 14: 28-29)

Saber o estado de suas finanças é importante. Quando você gasta consigo mesmo todo mês? Seus gastos são uns que irão honrar e glorificar a Deus? Você acha que Ele gostaria que gastasse menos com entretenimento e mais com outras decisões mais sábias? Orçamentar os seus gastos ajuda a analisar essas e outras questões e nos faz gastadores mais sábios.

3. Planejando para futuro gastos e emergências é Bíblico.

“Observe a formiga, preguiçoso, reflita nos caminhos dela e seja sábio! Ela não tem nem chefe, nem supervisor, nem governante, e ainda assim armazena as suas provisões no verão e na época da colheita ajunta o seu alimento.” (Provérbios 6:6-8)

Normalmente usamos esse versículo para enfatizar que não podemos ser preguiçosos, mas podemos entender também como uma ordem de planejar e poupar. A formiga armazena o alimento, ela a poupa e não come tudo de uma vez só.

4. Dízimo não é apenas uma sugestão Bíblica, é uma ordem. O valor dizimado não é necessariamente algo no preto e branco, mas devemos seguir os vários exemplos de dizimadores na Bíblia: Abel, Abraão, Jacó e muitos dos Cristão em Atos. Ainda mais importante que o valor é que deve vir de um coração grato e generoso. O dízimo, no meu ponto de vista, não precisa ser uma porcentagem específica, mas um valor que você crer que Deus quer que dê de volta a Ele. É uma maneira de mostrar que O honra e que reconhece que é Ele que dá o seu sustento e riquezas.

“Honra ao SENHOR com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda: e se encherão fartamente os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares.” (Provérbios 3: 9-10)

“Cada um contribuía segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria.” (2 Coríntios 9:7)

5. Não podemos deixar que o dinheiro governe as nossas vidas. Algumas pessoas pensam que esse versículo: “Porque o amor do dinheiro é raíz de todos os males,” (1 Timóteo 6:10a) significa que a ganância é a única maneira pecaminosa de mostrar amor ao dinheiro. Obviamente, a ganância é pecado, mas se preocupar sobre o dinheiro é também. Pode ser o nosso ídolo quando nos consumimos de preocupação sobre as nossas finanças, como iremos pagar alguma conta e/ou comprar algo para os nossos entes, etc. Precisamos trabalhar duro, nos organizar, planejar e usar com sabedoria, mas além disso, apenas podemos confiar em Deus que ele irá prover por nós.

6. Precisamos usar o nosso dinheiro para o bem dos outros. O Senhor diz que se não ajudarmos as pessoas a nossa volta que estão necessitados, especialmente alguém que faz parte do Seu Corpo, que não temos o amor de Deus em nós e que a nossa fé e morta.

“Aquele que furtava não furte mais; antes, trabalhe, fazendo com as próprias mãos o que é bom, para que tenha com que acudir ao necessitado.” (Efésios 4:28)

“Se um irmão ou uma irmã estiverem carecidos de roupa e necessitados do alimento cotidiano, e qualquer dentre vós lhe disser: ‘Ide em paz, aquecei-vos e fartai-vos, sem, contudo, lhes dar o necessário para o corpo, qual é o proveito disso?” (Tiago 2:15-16)

“Ora, aquele que possuir recursos deste mundo, e vir a seu irmão padecer necessidade, e fechar-lhe o seu coração, como pode permanecer nele o amor de Deus?” (I João 3:17)

7. A dívida não é necessariamente um pecado, mas muitas vezes é imprudente.

“Não estejas entre os que se comprometem e ficam por fiadores de dívidas, pois, se não tens com que pagar, por que arriscas perder a cama de debaixo de ti?” (Provérbios 22:26-27)

Com esses pensamentos em mente, quero dar alguns recursos para você fazer e planejar o seu orçamento pessoal e organizar as suas finanças. Entenda, não sou formada em qualquer coisa matemática ou de contadoria. As dicas que trago aqui são algumas coisas que tenho aprendido na marra. Espero que alguns desses recursos e dicas sejam úteis e lhe ajudam a ter uma melhor compreensão de suas finanças.

Apps: No mundo de hoje, com a tecnologia que temos, use isso a seu favor. Existem apps que tem plataformas fáceis de usar e que ajudam orçamentar e controlar as suas finanças.

Mint (2.99) (Não é oferecido fora dos EUA e Canadá, mas existe o GuiaBolso que parece ser muito parecido. Ainda não utilizei o GuiaBolso mas estou com planos de testar. O melhor de tudo é que é GRÁTIS.) O mint integra com a sua conta bancária, e com o seu cartão de débito. Cada compra que você faz utilizando o seu cartão de débito e cada transferência bancária aparecem automaticamente em sua conta no Mint. Ele registra o quanto você já gastou em cada categoria e lhe avisa quando você ultrapassa do seu limite orçamentado. Ele lhe envia um sumário financeiro em email semanalmente e mensalmente. Como já dito, infelizmente, o Mint é acessível apenas nos EUA e Canadá.

Coinkeeper (GRATIS) é uma maneira de controlar os seus gastos de uma forma um pouco mais amador. É fácil de usar, mas você terá que fazer todas as entradas manualmente. (Usei a vers!ao clássica, mas existem outras versões.)

SpendingTracker (GRATIS) Muito parecido com o CoinKeeper

VisualBudget (GRATIS) Novamente, as entradas e informações devem ser manuais, e pode ser um pouco confuso, mas ainda usei esse app por alguns meses e me ajudou.

BudgetCalendar ($2.99) Esse é único da lista que não utilizei ainda. Porém, parecer ser muito útil pelo o que propõe fazer. Ele sincroniza as suas contas, e o seu calendário com a sua conta bancária e prediz quanto você terá na sua conta em cada dia baseado em suas contas e o que irá gastar com outros gastos orçamentados. Ainda não sei se é acessível em outros países fora os EUA.

Arquivos: Depois que aprendi a manipular as formulas no Excel, é isso que tenho usado. Claro que as informações são colocadas manualmente, mas me parece ser mais fácil visualizar todos os meus gastos e o meu orçamento lado a lado. Gosto das coisas um pouco mais tradicionais, pelo menos na minha forma de fazer finanças. Gosto das coisas simples e honestamente ele ainda faz a maior parte da matemática por mim. 😀

O meu arquivo no excel, de mim para você:
Planilha de Orçamento – Modelo

Gráficos: Decidir anexar alguns gráficos que irão ajudar a explicar alguns passos importantes quando decidindo com irá orçamentar. (Irei traduzir os gráficos que encontrei em Inglês e anexar os que encontrei em Português.)

budgeting

Como aplicar a Formula de Gastos “50/30/20”
Passo 1: Calcule o seu salário depois de tirar todos os Impostos e Tributos
Passo 2: 50%= NECESSIDADES = despesas da casa, contas elétricas, água, gas, etc, dívida, e alimento
Passo 3: 30% = DESEJOS (limita-se) = jantar fora, associados em academias, clubes etc, entretenimento, e férias.
Passo 4: 20% = POUPANÇA e PAGAMENTO DE DÍVIDAS = Fundo emergencial, fundo para aposentadoria, e pagamento de dívidas (na categoria de necessidades seria o pagamento mínimo em alguma dívida, e qualquer pagamento extra seria nessa categoria)

budgeting 3

Orçamentando: Como começar um orçamento
1: Escolha um Sistema de Controle: planilha, forma impressa, mint.com, EveryDollar, etc.
2. Anote o seu salário pro próximo mês. Se o seu salário varia de mês pra mês, anote a possibilidade mais baixa.
3. Registre todos os seus gastos. Anote todos os seus gastos por ordem de importância, ou calcule quanto você gasta em cada item.
4. Registre cada centavo que gaste. Note onde você passa o limite do seu orçamento.
5. Ajuste o orçamento para o próximo mês. Após observar os gastos desse mês, calcule o quanto você precisa diminuir ou aumentar em cada categoria orçamentado. Leva uns 3 meses muitas vezes para obter um orçamento que funcione.

budgeting 2

5 passos para fazer um orçamento como um adulto.
Passo 1: salário líquido (após impostos) $%
Passo 2: gastos fixos: aluguel/ hipoteca $%
contas de água, luz, gas, etc$%
financiamento/ cartão de crédito $%
seguros$%
fundo de aposentadoria $%
fundo de emergência $%
transporte$%
telefone$%
Passo 3: Gastos variáveis: Mercado/ Feira$%
restaurantes$%
entretenimento$%
roupas/shopping$%
academia etc.$%
outros$%
Gastos TOTAIS $%

Passo 4: O que resta Poupança$%

Passo 5: Avalie o seu orçamento
Revise cada categoria, e discerne se onde você está gastando o seu dinheiro é sábio, então, cheque no final de cada mês para verificar que está gastando de acordo com o seu orçamento.

orçamento 2

Links para Planilhas pra Imprimir de Graça:
A internet é uma poço sem fim de recursos, ferramentas e dicas. Adicionei aqui alguns links que tem planilhas para orçamento para imprimir, todos de graça. Sou o tipo de moça que gosta de customizar as folhas de calendário e imprimir sua própria agenda. Já adicionei essas planilhas à algumas das minhas agendas e foi algo muito prático: onde eu ia e gastasse, eu já tinha minha agenda do meu lado pra poder anotar e controlar os meus gastos na hora. ‘

Budget Sheet By Printable Crush http://printablecrush.com/free-printable-budget-sheet/
Family Budget Worksheet By A Mom’s Take http://www.amomstake.com/family-budget-worksheet/
Budget Binder By Just a Girl and Her Blog http://justagirlandherblog.com/the-2016-budget-binder/
3 styles of Budget Binders By Blooming Homestead http://www.bloominghomestead.com/2016/02/budget-binder-printables.html/2

Dica Extra: Como eu disse antes, a internet é um poço sem fim de recursos para utilizar. Se entrar no pinterest.com e pesquisar orçamento (budget) ou finanças você pode encontrar muitas outras dicas. Tentei limitar os que dei aqui para os que já usei e achei útil.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s